Lipoaspiração e Lipoescultura

A Lipoaspiração consiste em retirar o excesso de gordura através de um aparelho de sucção ou seringas. Por sua vez, a Lipoescultura utiliza a própria gordura retirada para modelar partes do corpo ou preencher depressões. Chamamos de enxerto de gordura ou Lipoenxertia.

Ambos são procedimentos que podem ser realizados isoladamente ou associados a outras intervenções.

Quando há flacidez de pele no abdômen, é necessária a associação com a abdominoplastia ou a miniabdominoplastia.

Pode ser feita em áreas como o abdômen, dorso, flancos (laterais), parte interna das coxas e culotes, região pré-axilar, sub-mento (papada) e em outras áreas, dependendo de avaliação personalizada.


Particularidades

Estas cirurgias não são indicadas para perda de peso. O ideal é que seja atingido o peso desejado antes do procedimento.

Pode haver alteração de sensibilidade, geralmente temporária.

No caso de lipoenxertia, há perda de 10 a 40% do volume injetado.

Em algumas situações, pode ser necessária mais de uma enxertia para se obter volumes maiores, como no caso de aumento de glúteos.


Cicatrizes

São pequenas e preferencialmente posicionadas em áreas de dobras ou que são cobertas por biquíni/roupa. A posição varia com a área tratada. Mais informações clique aqui.


Anestesia

Peridural + sedação ou geral.


Cuidados

  • Para maior conforto, usar roupas largas, fáceis de vestir e que não marquem o corpo.
  • É necessário o uso de cinta apropriada por 60 dias.
  • Evitar esforço físico na primeira semana.
  • Em três a sete dias, o (a) paciente poderá retornar às suas atividades, com algumas restrições. Edema (inchaço) e equimoses (manchas roxas) estarão presentes até três semanas de pós-operatório e fazem parte de um quadro normal de lipo. Estes prazos podem ser maiores ou menores dependendo do paciente e do procedimento.
  • Após 15 dias, caminhadas leves e esteira já estão liberadas. Exercícios mais pesados, somente após 30 dias ou de acordo com avaliação individual.
  • Dirigir após sete a 15 dias.
  • Estes prazos variam com a evolução de cada caso.
  • Banho: no dia seguinte. Retirar os curativos após o banho e cobrir as cicatrizes com Micropore®.
  • Recomenda-se movimentar constantemente os membros inferiores durante o período de repouso, a fim de melhorar a circulação e auxiliar na prevenção de possíveis casos de trombose.
  • Não se exponha ao sol por três meses. Use protetor solar diariamente.
  • A atividade sexual, com moderação, estará liberada após 15 dias da cirurgia.
  • Recomenda-se a realização de massagens (drenagem linfática) com início entre o 3º e 5º dias de pós-operatório, até cerca de 30 dias ou de acordo com a avaliação médica.
  • Nunca fazer compressas, quente ou gelada, na área operada. A pele ainda estará sensível e pode ocorrer queimadura de 3º grau.
  • No caso de enxertia de gordura, não deve haver pressão excessiva e nunca fazer a massagem sobre a área enxertada, para evitar reabsorção da gordura.

Internação

6 a 24 horas. É variável de pessoa para pessoa e também depende do volume, área aspirada e evolução clínica no pós-operatório imediato.



Para orientações de pré e pós-operatório, clique aqui.