Pós-bariátrica

Pacientes que se submeteram a cirurgia bariátrica, ou mesmo a dietas com grande perda de peso, geralmente desenvolvem flacidez importante de pele em regiões como as mamas, abdômen, coxas, braços e face.

A melhora do quadro de saúde após o emagrecimento é indiscutível, porém, o aspecto estético passa a ser um incômodo significativo.

Estas alterações são passíveis de tratamento com cirurgias plásticas programadas e personalizadas, que têm como objetivo melhorar e amenizar os efeitos da perda de peso sobre os tecidos e complementar o ganho em saúde física, psíquica e social.

Dependendo de avaliação individualizada, podem ser indicados tratamentos como a Mamoplastia, Abdominoplastia, Cruroplastia (cirurgia das coxas), Braquioplastia (cirurgia dos braços) e Ritidoplastia (cirurgia da face).

As cirurgias são programadas com intervalos suficientes para a total recuperação do (a) paciente, levando-se em conta suas particularidades fisiológicas.

A anestesia e o tempo de permanência hospitalar dependerão do procedimento a ser realizado.


Cuidados

  • Para maior conforto, usar roupas largas e fáceis de vestir após a cirurgia.
  • Evitar esforços e movimentos bruscos e amplos na primeira semana.
  • Após 15 a 20 dias, caminhadas leves e esteira já estão liberadas. Exercícios mais pesados, somente após 60 dias ou de acordo com avaliação individual.
  • Dirigir após 10 a 20 dias.
  • Estes prazos variam com a evolução de cada caso.
  • Banho: no dia seguinte, sem molhar o curativo inicial. Após a troca do primeiro curativo (1 a 2 dias) é permitido o banho completo.
  • Recomenda-se movimentar constantemente os membros inferiores durante o período de repouso para melhorar a circulação e evitar possíveis casos de trombose.
  • Recomenda-se a realização de massagens (drenagem linfática) no pós-operatório.
  • Nunca fazer compressas quentes na área operada. A pele ainda estará sensível e podem ocorrer queimaduras de 3º grau.

Internação

12 a 24 horas.

Para orientações de pré e pós-operatório, clique aqui.